materia

  • O Planejamento Financeiro em um Mundo Digital

    Chegamos a 2020 cheios de otimismo e convicções. Teríamos mais um ano de prosperidade e estabilidade econômica, melhora nas contas públicas, contínua redução das taxas de juros e a esperança de reformas estruturantes. Cenário tão esperado pelos brasileiros por tantos anos.

    E aí surge a COVID-19. Nossa esperança se transformou em dúvida, limitando nosso convívio social, nossas atividades diárias, nossa rotina. A expectativa de uma evolução contínua no nosso cenário econômico, se transformou em certeza de que viveremos um futuro próximo de muitas mudanças, dificuldades e adaptações.

    Podemos sempre olhar o copo meio vazio ou meio cheio, como diz o ditado. Nossa recomendação é sempre olhar o copo meio cheio.

    O confinamento nos permitiu um olhar mais para dentro. Para dentro de nossas famílias, das nossas reais necessidades e valores. A simples ideia de finitude nos leva a reflexão e a caminhos antes não explorados.

    A mudança de hábitos, costumes e forma de trabalhar, veio para ficar. Talvez a mudança que aconteceria em 10 anos tenha sido impulsionada de forma dramática.

    Nosso mundo ficou ainda mais digital, bem como nossas relações. Ficamos mais produtivos, focados, apesar do convívio familiar. As paredes corporativas pareciam nos limitar. Hoje podemos acessar nossos clientes de diversas formas, por meios digitais. E o melhor, eles aceitam isso. Nossos conteúdos educacionais se tornaram disponíveis e acessíveis aos mais diversos públicos.

    O mundo digital para o Planejamento Financeiro é mais democrático. É como a praia, todos podem frequentar. Nosso desafio está em desbravá-lo, em adaptar a nossa prática, em prestar o melhor serviço, mesmo à distância. O momento foi oportuno. O desenvolvimento tecnológico nos permite enfrentar esta situação com muitas ferramentas e recursos, que estão disponíveis a todos. Seja para um encontro social, seja para um evento com centenas de participantes.

    Nossa missão ficou ainda maior. Nossa sociedade precisará cada vez mais de nossos conselhos, de nossa orientação, de nosso direcionamento, voltado ao melhor interesse das pessoas e suas famílias. A transição para este novo mundo demandará de todos uma grande adaptação, seja na forma de trabalho, seja nos orçamentos familiares, na forma de investir e se preparar para o futuro. A nosso ver, cheio de oportunidades.

    Bem-vindo a uma nova realidade. Um mundo onde nosso conhecimento pode contribuir ainda mais para esta nova sociedade que renasce.

    Paulo Colaferro, CFP®
    Vice-presidente da Planejar

    Texto originalmente publicado no Relatório Anual Planejar.

z
Fechar