Inovação

  • Blockchain e ativos digitais: quais são as novas soluções financeiras?

    Obra “Everydays – The First 5000 Days” de Mike Winkelmann (Beeple) – Crédito: shutterstock


    Especialistas apontam as inúmeras possibilidades no mundo das finanças com as inovações tecnológicas

    Uma obra de arte digital do artista americano Mike Winkelmann (conhecido por Beeple) foi vendida por US$ 69 milhões pela casa de leilões Christie’s. Denominada “Everydays: The First 5.000 days”, a arte é uma colagem de trabalhos digitais de Beeple ao longo de 13 anos.

    Na verdade, a obra foi tokenizada, ou seja, o artista vendeu um NFT (Non-Fungible Token, token não-substituível na tradução), que é um selo numérico de autenticidade gerado a partir da blockchain. Assim, o comprador recebe a garantia de que é dono de uma obra original e única, mesmo ela não existindo na versão física.

    Os NFTs estão revolucionando os mercados e prometem mudar a forma como as negociações de valores são feitas. Os especialistas afirmam que esse é só o começo.

    Na live promovida pela Taler Gestão de Patrimônio, Rodrigo Sgavioli, head de Planejamento Patrimonial da gestora, conversou com Bruno Sousa, Diretor Jurídico e de Compliance na Hashdex, e com Bernardo Quintão, head do laboratório de inovação no Mercado Bitcoin, sobre o futuro do mercado de capitais com o blockchain e os ativos digitais.

    O vídeo completo está ao final da notícia e no canal da Taler no Youtube (https://www.youtube.com/watch?v=_craJuV-Yec&t=3009s).

    Afinal, o que é o Blockchain?

    De maneira simplificada, a tecnologia permite criar uma infraestrutura de transação de ativos de forma global, descentralizada e distribuída. É uma espécie de livro contábil que computa vários tipos de transações e registros espalhados por vários computadores. A armazenagem de dados é feita em blocos.

    Bernardo Quintão explica que o principal exemplo é o bitcoin. Por conta dele, é que surgiu a blockchain, depois utilizada para outros criptoativos.

    Algumas características da blockchain são:

    – Os registros são imutáveis.

    – As informações ficam públicas e disponíveis.

    – Não existem intermediários, tudo é feito entre quem envia e quem recebe.

    – Funciona 24 horas, 7 dias por semana.

    – Segurança nas transações.

    Disrupção para o Mercado financeiro: novas soluções

    As inovações da blockchain e dos ativos digitais causam grande impacto no mercado financeiro. “O que o mercado de cripto está fazendo é alterar completamente a maneira como você transaciona valor no mundo”, comenta Bruno Souza. “Daqui para frente, veremos muitas possibilidades. Quando você destrava todo o potencial criativo de entes financeiros, você destrava todo o potencial criativo de soluções financeiras”, completa.

    A tokenização de imóveis, obras de arte e até de vencimentos futuros de jogadores da NBA são apenas alguns exemplos que já são realidade.“É uma realidade sem fronteiras para o mundo do dinheiro”, afirma Bernardo.

     

z
Fechar